Bispo se posiciona contrário à ideologia de gênero e classifica como caduca a política no Brasil

Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o Bispo Dom José Roberto Carvalho, que preside a Diocese de Santana em Caetité, não fez rodeios ao se posicionar em defesa dos dogmas da Igreja, que são contrários à proposta da ideologia de gênero. A Ideologia da Ausência de Sexo é uma crença segundo a qual os dois sexos – masculino e feminino – são considerados construções culturais e sociais e por isso são chamados de “papéis de gênero”. A Ideologia de Gênero defende a ideia de que não existe apenas a mulher e o homem, mas também “outros gêneros” e que qualquer pessoa pode escolher um desses “outros gêneros” em simultâneo. “A liberdade de expressão exige também respeito àquilo que é sagrado e aí falamos da família, uma instituição sagrada criada por Deus”, disse o líder religioso. O Bispo enfatizou ainda que a ideologia de gênero vai de encontro aos princípios religiosos cristãos e também científicos.

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

“Nascemos homem e nascemos mulher, ser homem ou mulher não se faz dentro de uma cultura ou aprendizado de exercício de vida. Deus fez o homem e a mulher com a finalidade de um complementar o outro. Quando a Igreja diz isso não está ditando o preconceito, respeitamos as pessoas com orientações diferentes, mas não aceitamos essa questão da ideologia, que na verdade é uma ideia, nada científica, até mesmo com opinião contrária da sociedade médica, não é só uma manifestação da Igreja. É uma ideologia passada socialmente que fere aos princípios de família cristã”, asseverou o sacerdote. Ao ser indagado quanto ao atual momento da política e da economia no país, ele classificou o modo de se fazer política no Brasil como ultrapassado. “Vivemos em uma dimensão de crise, principalmente envolvendo a economia e a política. Temos recursos em abundância, mas nos falta administração honesta para gerir esses recursos, que, como vemos nos noticiários, são desviados para fins corruptos e dessa forma a crise se instala, quebrando nas costas dos trabalhadores a verdadeira linha de produção que ainda mantém a sustentabilidade da nação. Defendo que se faz necessária uma reformulação na nossa política, pois está caduca a forma de se fazer política em nosso país”, pontuou o Bispo Dom José Roberto Carvalho.

Fonte: Achei Sudoeste

O que você pensa sobre isso?