Em Paramirim-BA, filho de ferreiro com R$ 6 mil e cria ‘Ferrari’

Morador da cidade de Paramirim, sudoeste da Bahia, Geovane Félix Ramos Santos, de 23 anos, se inspirou no modelo italiano da “Ferrari” para criar um automóvel artesanal e chama atenção na cidade. Ele começou a fazer a engenhoca em outubro do ano passado e levou para dar uma volta nas ruas da cidade no último domingo (6).

Geovane cresceu na oficina do pai, ferreiro de 61 anos, e desde cedo o jovem começou a dar asas a invenções por prazer. Ele chegou a trabalhar por seis anos consertando motocicletas e hoje é auxiliar em um salão de beleza na cidade. A engenhoca inspirada na “Ferrari” foi criada nas horas livres.

“Quando eu tinha na faixa de 14 anos, começava a criar bicicletas diferentes, fazia motos diferentes. Aprendi tudo com meu pai, nunca fiz curso sobre isso”, disse ao G1 nesta sexta-feira (11).

A ideia de montar o automóvel artesanal surgiu depois que ele viu uma invenção parecida que circulou pela internet: uma Ferrari com motor e rodas de bicicleta.

Carro artesanal chega até 40 km/h (Foto: Marcos Domício/Site Paramirim Eventos)

 

“Pela internet eu vi um rapaz que fez uma Ferrari movida a pedal. Ele tinha feito com pneus de bicicleta. Vi na internet e pensei em fazer uma com motor de motocicleta só para eu usar”, contou.

Diferente das altas velocidades alcançadas pela Ferrari original, a invenção de Geovane só chega a cerca de 40 km/h. Ele diz que criou o objeto por prazer, apenas para circular na cidade. Ele afirma que investiu cerca de R$ 6 mil no “brinquedo”, que é capaz de levar apenas dois passageiros.

Jovem investe R$ 6 mil e cria Ferrari artesanal (Foto: Marcos Domício/Site Paramirim Eventos)

“Eu fiz na intenção de um brinquedo para me divertir na cidade. Eu inaugurei ele domingo passado e dei volta no quarteirão de casa. As pessoas tiraram foto e curtiram”, relatou ao G1.

“Comprei motor de motocicleta, caixa de marcha, a borracha do pneu de carro, tinta, solda, ferros, vidros, painéis. Fora a minha mão de obra. Eu mesmo que montei tudo sozinho e usava a estrutura da oficina de meu pai”, contou. O jovem também fez os bancos e o aro do automóvel artesanalmente.

Carro artesanal faz sucesso na cidade do interior baiano (Foto: Marcos Domício/Site Paramirim Eventos)

Fonte: G1

 

O que você pensa sobre isso?